De 2003 até hoje
/ Quem somos

Em 2003, surgiu o primeiro desafio para um projeto profissional. A Câmara Municipal de Lisboa pediu ao MSV que criasse uma equipa de rua para o acompanhamento das pessoas sem-abrigo e pedintes da Baixa de Lisboa. Assim nasceu o Projeto Sentidos, que trabalha em articulação com as restantes instituições da cidade de Lisboa e tem assumido um papel ativo na delineação das políticas locais para esta população beneficiária.

Em 2005, a presença de voluntários de longa duração em Montes Claros possibilitou a criação do Projeto Aquarela, em parceria com as Irmãs Escravas do Sagrado Coração de Jesus, no bairro de Santa Rafaela. O Aquarela acolhe diariamente 80 crianças de 4 bairros carenciados.

Confrontado com a realidade de muitas crianças vítimas de maus-tratos e com a escassez de estruturas adequadas para dar uma resposta positiva a estas situações, o MSV decidiu avançar com o Projeto Casa das Cores, um Centro de Acolhimento Temporário para crianças em perigo iminente. A Câmara Municipal de Lisboa cedeu um edifício na Bela Vista, em Lisboa, que foi depois reabilitado graças a uma parceria com a Swatch – o projeto Swatch Mundo Perfeito, que envolveu o apoio de várias entidades. Depois de celebrado o acordo de cooperação com a Segurança Social, a Casa das Cores abriu as suas portas às primeiras crianças em maio de 2009.