Casa das Cores recebe praxe solidária dos alunos do IADE
/ Notícias

Casa da Cores decorada com painéis pintados pelos alunos do IADE, na Semana do Caloiro 2013

praxe IADE

A Casa das Cores foi alvo de uma ação de solidariedade por parte dos alunos do IADE, no âmbito da Semana do Caloiro.

Esta ideia nasceu da cadeira Plano de Comunicação, lecionada pela Professora Isabel Farinha, e da relação de amizade que o IADE tem já com a Casa das Cores. No ano letivo passado, o MSV lançou um desafio a uma turma do IADE, pedindo-lhes o desenvolvimento de ideias para a Comunicação da Casa das Cores. A Professora Isabel Farinha aderiu com entusiasmo à ideia, motivando os alunos a trabalharem, sozinhos ou em grupo, para esta causa. Durante mais de um mês, os alunos desenvolveram diferentes ideias e propostas, sendo que este projeto MSV/IADE contava para a nota final dos alunos. No final, a ideia da aluna Alexandra Babo foi uma das três (de entre dezenas) que o MSV acolheu imediatamente.

A proposta consistia na realização de painéis decorativos pintados pelos novos alunos com as tintas oferecidas pela Dyrup especialmente para esta ação. Esses painéis irão fazer parte da decoração da Casa das Cores. Esta ação de solidariedade foi integrada na Semana do Caloiro, fazendo parte do programa das Praxes 2013 como o dia “Casa das Cores”.

praxe IADE

Assim, na manhã do dia 25 de setembro, representantes da Casa das Cores, em conjunto com membros do IADE e da Dyrup, fizeram uma apresentação dos valores da causa aos caloiros.

A comissão de praxes do IADE fez então uma doação à Casa das Cores, fruto da venda dos kits de caloiro, a que se seguiu a elaboração dos painéis decorativos por grupos de 8 a 10 caloiros, com a ajuda das tintas Dyrup.

Alexandra Babo, aluna autora da ideia e pertencente à Comissão de Praxes IADE 2013, afirma: “fiquei muito contente por ter conseguido passar o meu entusiasmo à Comissão das Praxes, que abraçou de imediato a ideia”. “Queremos fazer passar a mensagem de que existem praxes que podem ser solidárias, divertidas e criativas. Gostaríamos de ser vistos como um exemplo, e passar a todos os envolvidos a importância que esta causa tem para nós. Uma ideia que nasceu no seguimento de uma cadeira para cumprir o plano curricular e que se tornou em algo bastante mais forte, passou a ser “a nossa causa”. “É muito bom quando pensamos que todos nós vamos estar sempre presentes na Casa das Cores através dos painéis que ficaram nas paredes”.

Para Madalena Vasconcelos, Presidente do MSV, “a Casa das Cores agradece profundamente a amizade e o carinho de todas as pessoas envolvidas nesta ação. É de louvar que um projeto à partida meramente curricular tenha resultado num evento tão especial e impactante para toda a comunidade do IADE e para a Casa das Cores. Os painéis darão mais cor à Casa tornando-a ainda mais acolhedora”.